Logo do município


Professores participam de formação para trabalhar em sala de aula sobre abuso sexual na infância e adolescência
01/09/2021 14:24
Em mais uma ação do Projeto Abuso não é Brincadeira a Administração Municipal através da Secretaria de Educação e Cultura juntamente com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica), Conselho Tutelar, Secretaria Municipal de Assistência Social, Secretaria Municipal de Saúde, Brigada Militar e Polícia Civil realizaram na tarde de terça-feira, 31 de agosto, a formação para professores das escolas municipais e estadual.
De acordo com a assessora pedagógica da Smec Luciana Pressi Silvestri, “são os professores que identificam através do comportamento dos alunos possíveis casos de abuso e precisamos reforçar algumas informações sobre o assunto para que posteriormente possamos ir nas escolas apresentar o projeto para os alunos, pois sabemos que depois desta intervenção, surgirão dúvidas e os professores precisam estar preparados para auxiliar os alunos”.
Presente no evento, o prefeito Alcenir Dalmago (PDT) parabenizou a iniciativa e o trabalho em rede. “Vemos aqui vários profissionais de diversos segmentos que tem sua contribuição para com o projeto. Sabemos que este é um assunto ainda velado e com diversos tabus, mas é salutar iniciarmos essa abordagem no sentido de preparar os alunos para que saibam que tem apoio junto as escolas e instituições como as Polícias Civil e Militar, além de informar com clareza o trabalho do Conselho Tutelar e Comdica na defesa aos direitos das crianças e adolescentes. Nossa torcida é que tenhamos menos casos e que aqueles que surgirem possamos garantir o atendimento às vítimas”.
As conselheiras tutelares Luciane do Prado e Daiane Fabris explicaram como são os procedimentos no Conselho quando ocorrem denúncias relacionadas ao abuso sexual de crianças e adolescentes. “Não temos a função de investigar os casos, nós ouvimos a denúncia, realizamos os encaminhamentos necessários, conforme o caso, e posteriormente a Polícia investiga e a Promotoria decide se indicia o criminoso”, explicou Luciane.
A soldado da Polícia Militar de Gentil Joice Bertolo explicou qual a atuação da BM em casos de abuso de menores. “Se alguma denúncia dessa natureza chega até nós encaminhamos para registro no Conselho Tutelar e acompanhamos caso seja necessário. O nosso trabalho é fazer o policiamento e darmos atenção de forma a mantermos a vigilância. Pedimos que os professores cheguem na Brigada para conversar que dentro das nossas atribuições podemos ajudar. Muitas vezes, somente da Polícia passar na frente da casa se aproximar da criança o abusador perceberá que estamos de olho”.
A investigadora da Polícia Civil de Marau Caroline Boff realizou uma conversa informal, projeto da PC chamado Papo de Responsa que é realizado com alunos das escolas com o objetivo de aproximar a Polícia da comunidade. “Trabalho junto ao Departamento de Vulneráveis da Polícia Civil e no meu trabalho recebo diversos casos de violência, uma delas é o abuso sexual contra menores. A apuração deste tipo de crime é lenta, no entanto, evoluímos em algumas coisas no que se refere a legislação que está mais dura com essa violência. Porém, não podemos nos desmotivar, sabemos que a maioria dos casos nem chega a ser notificado, a denúncia é o que pode tirar o abusador do convívio com a vítima, uma vez que na maioria dos casos o abuso é intrafamiliar”.
Durante a formação foi lançado o clipe com a música do projeto gravado pela Banda Jovens Gentis. “A nossa proposta é envolver os jovens e tornar esse assunto que é tão pesado em algo mais na linguagem deles. Sabemos que não podemos evitar que isso aconteça, mas também acreditamos que a vítima precisa de apoio e tratamento. Queremos mostrar que, como diz a música “carinho de verdade para mudar”. As próximas ações do projeto estão as palestras nas escolas conforme o público alvo onde iremos ter uma abordagem mais branda com as crianças menores e uma linguagem jovem com os adolescentes”, comenta a coordenadora do projeto Janine de Oliveira.

Texto e fotos: Janine de Oliveira
Brasão rodape mobile
Prefeitura Municipal
de Gentil
CNPJ: 92.411.875/0001-02
Av. Vinte de Março, 1178, Centro - Gentil -RS
CEP: 99.160-000
(54) 3615.5210
pmgentil@pmgentil.com.br
Segunda a Sexta: 7h30 às 11h e das 13h30 às 17h
PREFEITURA MUNICIPAL DE GENTIL - Copyright 2017 © Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: ORANGE TECNOLOGIA PARA INTERNET